O corpo da mulher se transforma durante a gestação e com a boca não é diferente. 

Existem inúmeras transformações, entre elas a ação hormonal que interfere em todo o organismo inclusive nas gengivas (que podem ficar maiores,inchadas ,inflamadas e vermelhas).A gengivite é a doença bucal que mais atinge as grávidas.
Quando uma simples cárie não é tratada e evolui para  uma infecção  de canal(por exemplo),as consequências são bem mais graves durante a gravidez.Isso porque as bactérias da gengiva podem circular pelo organismo ,atingir a placenta e chegar ao bebê,o que pode levar ao parto prematuro e ao baixo peso ao nascer.
Por isso, além das consultas que a gestante deve fazer, inclua a visita ao dentista. As consultas de rotina previnem problemas e evitam a necessidade de tratamentos mais complexos durante a gestação.
Dra. Regina N Bolota
CRO-SP: 38368
(Odontopediatria e  Ortodontia)